Deseja conhecer outras tecnologias Halton Refrin?
 Voltar para tecnologias inovadoras    Capture Jet™ (coifas)  / M.A.R.V.E.L. /  Capture Ray™  Filtro separador ciclônico  

O sistema M.A.R.V.E.L. * traz todas as inovações tecnológicas que representam o conceito Halton Refrin de Cozinhas de Alto Desempenho (HPK). Este é o primeiro sistema completamente flexível de ventilação controlada por demanda (DCV) e realmente inteligente e ágil, projetado especificamente para coifas e tetos ventilados.

A combinação entre as tecnologias M.A.R.V.E.L. e Capture Jet™ oferece os menores níveis possíveis de consumo de energia e proporciona pleno conforto aos usuários.

* Baseado no modelo com Ajuste Automático do Nível de Exaustão de Ventilação.

Com equipamentos de cocção desligados, ociosos ou em serviço: a tecnologia M.A.R.V.E.L. faz a diferença!

O sistema M.A.R.V.E.L. é baseado na inovadora e patenteada tecnologia de sensores infravermelhos IRIS™ da Halton Refrin. Integrados em cada coifa Capture Jet™ da cozinha, os sensores IRIS™ detectam as superfícies das estações de cocção para determinar, em tempo real, o estado dos equipamentos: desligados, ociosos ou em serviço. O sistema é então habilitado para continuamente ajustar a vazão do ar de exaustão para cada coifa, com base em sua demanda real

Descubra como o sistema M.A.R.V.E.L. também diferencia uma grelha de um forno combinado.

Na grelha ou no forno combinado, a tecnologia M.A.R.V.E.L. sempre atende às necessidades individuais com precisão.

 

Quando uma grelha em estado ocioso é carregada com hambúrgueres, a temperatura de sua superfície cai repentinamente e temporariamente. Isto é chamado de "pico negativo". Agora, consideremos um forno combinado. Ele pode estar em estado ocioso com a porta fechada em serviço. Carregado ou não com alimentos, o vapor gera o chamado "pico positivo", quando a porta é aberta.

O sistema M.A.R.V.E.L. executa um cruzamento permanente e contínuo das informações fornecidas pelos sensores infravermelhos IRIS™, os sensores de temperatura ambiente e os sensores de temperatura integrados aos plenums de exaustão nas coifas ou tetos ventilados. Desta forma, o sistema adequadamente e precisamente ajusta a vazão do ar de exaustão para qualquer tipo de equipamento de cocção, dependendo nos picos positivos ou negativos. O sistema ainda mantém níveis seguros para a vazão do ar de exaustão até que os equipamentos alterem seu estado (desligado > ocioso > em serviço ou em serviço > ocioso > desligado).

O sistema M.A.R.V.E.L. continua fazendo a diferença: uma determinada coifa pode ter máxima vazão de ar, enquanto todas as outras permanecem com vazão mínima.

In order to get such an efficient and delicate airflow control, every M.A.R.V.E.L. Capture Jet™ hood is equipped with a balancing damper. Whether the kitchen ventilation is managed by one or several fans, every hood is totally independent. If one hood needs to switch to the maximum airflow, all the others remain dedicated to their own requirements (be that minimum or intermediate airflow).

Traditional systems on the other hand soon find their limits: with entire cooking areas switching as a whole to maximum airflow. The bigger the kitchen, the longer one fan operates at maximum speed. For example within the ten hood sections of a kitchen, there's almost always one section at least in cooking mode. That is a fact. 

 

Como o sistema M.A.R.V.E.L. faz isso?


Registros (dampers) de balanceamento ABD – outro ponto chave!

Cada seção de coifas ou plenum de exaustão de tetos ventilados é equipada com um registro (damper) de balanceamento ABD. Ele foi projetado para eficientemente ajustar a vazão do ar de exaustão mínima perda de pressão e impacto no nível de pressão de ruído. Cada registro (damper) ABD é acionado por seu próprio controlador. Se o controle for independente – capaz de ajustar a vazão do ar de exaustão sem "intervenção externa" – o ABD informa, em tempo real, um cálculo central de sua posição. O sistema M.A.R.V.E.L. tem então uma visão detalhada e abrangente de todo o sistema. Isto constitui um recurso decisivo para o controle dos ventiladores, conforme explicado a seguir.

 

Na batalha por redução de custos, esteja certo de que a tecnologia M.A.R.V.E.L. representa a mais alta economia com sistemas de ar condicionado!

Todos os testes conduzidos em nossos laboratórios de pesquisa e desenvolvimento (R&D) e as medições realizadas em clientes atestam que o sistema M.A.R.V.E.L. reduz as taxas de vazão de ar de exaustão em até 64% para coifas e 53% para tetos ventilados. Estes são resultados bastante concretos. Dependendo das condições do clima, isto representa algo em torno de 50% de economia no consumo de energia exigido para o ar condicionado de uma cozinha.

É muito fácil discutir sobre custos, mas não há sentindo em ficar jogando com números. Porque, na realidade, conforme explicado acima, a tecnologia M.A.R.V.E.L. é um sistema único capaz de ajustar as taxas de vazão de ar de um plenum por sistema de exaustão – em coifas ou tetos ventilados. O sistema M.A.R.V.E.L. definitivamente e inevitavelmente economiza mais do que outros sistemas de ventilação controlada por demanda (DCV).

 

Na batalha por redução de custos, esteja também certo de que a tecnologia M.A.R.V.E.L. representa a mais alta economia com consumo de energia de ventiladores de exaustão!

A energia elétrica consumida por ventiladores pode representar uma proporção significante consumo total exigido para a operação do sistema de ventilação de uma cozinha profissional. A utilização de um sistema de ventilação controlada por demanda (DCV) resulta em uma grande variação das taxas de vazão do ar de exaustão e não requer, de fato, constante adaptação da velocidade do ventilador.The amount of electricity consumed by fans can represent a significant proportion of the overall energy required to operate the ventilation system of a professional kitchen. Using a DCV system leads to a big variation in the exhaust airflow rates and does in fact require a constant adaptation of the fan speed.

Os sistemas de controle de velocidade de ventiladores comuns geram massivo desperdício de energia. O sistema M.A.R.V.E.L. declara guerra contra esta perda!

O que diferencia o algoritmo M.A.R.V.E.L. de controle da velocidade do ventilador?

 

Como ele pode gerar massiva economia de energia elétrica?

 

 

 

O que diferencia o algoritmo M.A.R.V.E.L. de controle da velocidade do ventilador?

Os sistemas de ventilação controlada por demanda (DCV) comuns são baseados na chamada lógica de controle de "pressão constante". Simplificando, o sistema de controle é projetado para manter a pressão do ventilador no mesmo nível, qualquer que seja a taxa de vazão do ar de exaustão requerida. Basicamente, isto significa que este nível de pressão deve ser determinado pelo pior cenário operacional: o pico de cocção onde todas as coifas ou tetos ventilados estão no nível máximo da taxa de vazão do ar de exaustão. O resultado é bem claro: fora do período de pico de cocção, que tem duração limitada, a pressão é muito maior do que a realmente necessária. Isto resulta em grande desperdício de energia.

O algoritmo M.A.R.V.E.L. de controle da velocidade do ventilador atua na taxa de vazão do ar de exaustão e na pressão do(s) ventilador(es). Cada uma das coifas ou plenum de exaustão dos tetos ventilados é conectado a um tipo de "rede particular". Como consequência, o sistema M.A.R.V.E.L. reconhece as reais necessidades a qualquer tempo – em termos da vazão do ar de exaustão e a posição de seu registro (damper) de balanceamento. Desta forma, é então possível ajustar a velocidade do ventilador para obter a taxa de vazão do ar de exaustão para cada plenum, com a máxima abertura para todos os registros (dampers). Isto assegura que os todos os plenums de exaustão mantenham a vazão de ar de exaustão realmente necessária, com a pressão e velocidade de rotação do ventilador mais baixas possíveis.
 


How can it lead to massive electricity savings?Como isto resulta em massiva economia de energia elétrica?

O consumo de eletricidade do ventilador centrífugo é proporcional ao número cúbico da velocidade de rotação. Consequentemente, um ventilador que opera a 60% de velocidade 9e volume) tem apenas 22% de consumo nominal de energia.

Ao ajustar a velocidade dos ventiladores ao nível mínimo, o sistema M.A.R.V.E.L. fornece a mais alta economia possível no consumo de eletricidade.

 

Um tempo médio de retorno do investimento entre três e cinco anos.

O sistema M.A.R.V.E.L. representa um potencial de economia financeira muito maior do que um sistema comum de ventilação controlada por demanda (DCV). Você consegue não aproveitar tamanho aumento na lucratividade? Especialmente quando é de tão fácil alcance.

Graças à radical redução no consumo de energia exigido para condicionar o ar de uma cozinha, combinado com o reduzido consumo de energia dos ventiladores – o tempo médio de retorno do investimento é de três a cinco anos. Contate a Halton Refrin para uma análise de retorno do investimento.